Jorge Medeiros | substância

 

Nesta exposição nos deparamos com objetos e elementos que, transformados pelo artista, nos induzem a uma reflexão interna, pessoal. Alguns lembram inocentes brincadeiras da nossa infância, outros são materiais básicos da natureza e objetos utilitários. Nas fotografias, a mão inerte apresenta-se como mediadora de um ato que não se consome, entretanto pode sugerir uma profecia ou uma memória capaz de disparar emoções. As palavras, recortadas em papel, insinuam códigos inconscientes e mensagens ocultas, questionando o nosso entendimento com o mundo e com nós mesmos. As “substâncias” aqui apresentadas circulam na ambiguidade de seus potenciais de vida e de morte, e ainda que transformadas, carregam seus dados originais, existindo com toda sua presença. Jorge nos leva a uma viagem ao interior de nós mesmos através de elementos que, como substâncias vivas, relacionam-se com o espectador, que deve entregar-se com total imersão a este universo fantástico.

Alexandra Ungern-Sternberg

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s