Élcio Miazaki

Nascido na capital paulista, o artista visual com formação em arquitetura, vive e trabalha na cidade de São Paulo dedicando-se à realização de projetos cujas criações partem de experimentações com tramas, bem como a pesquisa das formas, materiais e limites dos suportes. Como temas, a infância, a memória, o patrimônio, o cotidiano e a ausência são recorrentes em diferentes graus e combinações. Os trabalhos mais recentes abordam relações de simbiose e apropriação quando o artista resgata exposições de outras autorias ou confecciona objetos que partem do comportamento e de características vegetais. Assim, demonstra a importância e a dependência do ‘outro’ para que suas criações passem a existir.

Atualmente faz parte do grupo de acompanhamento artístico Hermes Artes Visuais, sob orientação de Marcelo Amorim.

Principais exposições: 2017, ‘Impulsos Imitativos’, individual pelo grupo Hermes Artes Visuais, dentro do projeto ‘Mesmo Lugar’, Qualcasa; 2016, ‘Programa de exposições’, MARP, Ribeirão Preto, SP, ‘Temporada de exposições’, MAB, Blumenau, SC, ‘Temporada de exposições’, MARCO, Campo Grande, MS, ’15º Salão Nacional de Arte de Jataí’, Jataí, GO, edições do Projeto Armazém/ Série de Múltiplos, Florianópolis, SC; 2015, ’18ª Bienal de Cerveira’, Cerveira, Portugal; 8ª Feira Tijuana de Arte Impressa – Casa do Povo. São Paulo, SP; 2014, ‘Cromófonos’, Oficina Cultural Oswald de Andrade, São Paulo, SP; 2013, ‘VI Concurso ABER de Encadernação Artística’, MASP, São Paulo, SP, ‘Work in progress’, Casa das Caldeiras, São Paulo, SP; 2002, ‘Brasil faz Design’, Milão, Itália; 2001, ‘Projeto Rumos’, Itaú Cultural, São Paulo, SP

 

site:

www.sites.google.com/site/elciomiazaki