Fábio Leão – Real Virtual – projeto Mesmo Lugar – Qualcasa

Nosotros, de un vistazo, percibimos tres copas en una mesa, Funes, todos los vástagos y racimos y frutos que comprende una parra” (Funes, el memorioso, de Jorge Luis Borges)

Assim como o Funes com sua inesgotável memória e percepção infalíveis, cheias de detalhes cotidianos, Fábio Leão nos convida a entrar em seu mundo real-virtual, onde capta/recorda detalhes da estrutura dos objetos e da arquitetura que o rodeia percebendo, registrando, concretizando aquela percepção.

A arquitetura o impacta de uma tal maneira que imagina suas origens desde o desenho inicial até sua realização. Às vezes pode expressá-la através da monotipia, outras vezes, desenhando-a no espaço expositivo, sempre em escala real, conformando uma obra site-specific onde se diluem as fronteiras entre o trabalho e o espaço, provocando um efeito de estranhamento ao se perceber “um espelhamento sem espelho”.

Fábio se apropria do espaço e das partes que o compõem, sejam paredes, janelas, portas ou chão recortando-as em moldes de concreto a modo de vestígios arqueológicos que podem ser espalhadas no mesmo local, fazendo-se visíveis desde uma outra perspectiva. O concreto, áspero, poroso, pesado, remete às entranhas da própria arquitetura.

O objeto exposto no centro de outra sala, o banquinho, com suas partes moldadas também em concreto e apoiadas no chão, ele mesmo em sua solidão, estabelece uma conexão com o espaço circundante ao se deslocar de sua função original, propondo uma possibilidade de ver e pensar os objetos corriqueiros enquanto presença, matriz ou desenho.

Um outro aspecto do trabalho está relacionado à noção do tempo, assim como a memória vai se constituindo no decorrer dos dias, a arquitetura precisa de tempo para se firmar. Uma vez constituída como espaço ou volume, oculta sua estrutura, mas as inquietações do artista a trazem de volta. Ela é capturada, revelada em sua potencialidade e recriada pelo fazer artístico de Fábio Leão que aqui se apresenta como “um captador de espaços’’.

Isabel Villalba

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: